26/08/2019 21h41 - Atualizado em 08/08/2019 11h27

"Os Benefícios das Estatinas são menores do que os efeitos colaterais" Dr. Lair Ribeiro.

A agência americana Food and Drug Administration (FDA), por meio de um comunicado publicado em sua página eletrônica, informou sobre as alterações das bulas das estatinas.

As estatinas são fármacos usados no tratamento da hipercolesterolemia. Os medicamentos são utilizados para reduzir os níveis sanguíneos da lipoproteína de baixa densidade (LDL-colesterol), ou “mau colesterol”. 

As estatinas registradas no Brasil são: atorvastatina, lovastatina, pravastatina, rosuvastatina e sinvastatina.

As alterações nas bulas foram feitas para proporcionar ao público mais informações para o uso seguro e eficaz de estatinas e foram baseadas na revisão abrangente dessa classe de medicamentos feita pelo FDA.

As alterações incluem informações sobre problemas hepáticos e sobre o potencial para eventos adversos cognitivos, geralmente não graves e reversíveis (perda de memória, confusão, etc.), e relatos de aumento nos níveis de açúcar e de hemoglobina glicosilada (HbA1c) no sangue.

 Além disso, a bula da lovastatina foi atualizada com novas contraindicações e limitações de dose quando ela for administrada com outros medicamentos que possuem o risco de lesão muscular.

"Composto encontrado em árvores milenares pode ser a solução"